História da Escola



PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRINHO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
E.M.E.B. "PROF. PEDRO HENRIQUE BERKENBROCK"







HISTÓRICO DA EMEB PROF PEDRO HENRIQUE BERKENBROCK
 



Rio Negrinho – SC
Outubro/2013

 



A Escola Municipal de Educação Básica Professor Pedro Henrique Berkenbrock situada à rua Ruth Wolmann Ritzmann, Nº 313, Bairro: Industrial Norte na cidade de Rio Negrinho – Santa Catarina, foi criada pela Lei Nº 824 de 27 de novembro de 1995 , foi inaugurada no dia 27 de 10 de 1996 pelo Prefeito Romeu Albuquerque. Recebendo o nome em homenagem ao Professor Pedro Henrique Berkenbrock.



Como foram construídas mais casas populares em nosso bairro, superlotando a Escola Municipal de Educação Básica Professor Ricardo Hoffmann a Prefeitura Municipal de Rio Negrinho decidiu construir a então E.P.M. Professor Pedro Henrique Berkenbrock.
Decidiu-se pela divisão das séries iniciais do ensino fundamental pelas duas escolas melhorando o atendimento e a qualidade do ensino, cabendo as séries iniciais na Escola Municipal de Educação Básica Professor Pedro Henrique Berkenbrock e as séries finais para a Escola Municipal de Educação Básica Professor Ricardo Hoffmann.



PRIMEIROS FUNCIONÁRIOS

1ª Diretora Andréia Veiga (1996)
  Merendeira – Maria de Lourdes Moreira (1996)
1ª Auxiliar – Maria Helena Pereira Bayer (1996)
1º Professores – Silvane Denke Carvalho (1996)
Sergio Ivan Piccolli (1996)
Jenise Butzke Floriani (1996)
Luciane Kack Rohrbacher (1996)
Maria de Loudes Chaves (1996)
Maria Salete França (1996)
Nívia Lisane Gessner Moreira (1996)
1º Secretário – Sérgio Ivan Piccolli (1996)
1ª Especialista – Dione Maria Fleschmann Rusczak (1998)
           



FUNCIONÁRIOS MAIS ANTIGOS QUE AINDA TRABALHAM NA ESCOLA

Professora-  Silvane Denke Carvalho

Professor: Sérgio Ivan Piccolli


Auxiliar de serviços gerais: Marlei Terezinha A Manika


TURMAS MAIS ANTIGAS
                 





Em 1996 a escola possuía um número de 278 alunos, dispondo de 4 salas de aula, 1 direção, 1 cozinha, 1 sala de professores, 1 banheiro. O corpo administrativo e docente da escola era composto por: 1 Diretor, 1 Secretário, 7 professores, 1 auxiliar e 1 merendeira.
1º Corpo Docente
 Contávamos com 5 turmas no período matutino:
1 Turma do Pré escolar – Profª  Nívia
1ª Série Matutino– Profª Luciane
2ª Série Matutino- Profª Maria
3ª Série Matutino – Profª Silvane
4ª Série Matutino – Profª Salete
3 turmas do período vespertino
1 Turma do Pré escolar – Profª  Nívia
1ª Série Vespertino– Profª Jenise
2ª Série Vespertino- Profª Sergio

Foto de funcionários mais antigos


Procurou sempre aprimorar os estudos de seus alunos que, na maior parte se constituem, hoje, de pessoas importantes na sociedade local.

Em 24 de fevereiro de 1997 foi criado o Núcleo de Educação Infantil - PETER PAN

Núcleo de Educação Infantil – Peter Pan

AMPLIAÇÃO DA ESCOLA - 1998

Ampliação da escola em 24 de abril de 1998,  onde foi construído mais 5 salas de aula e uma área para Educação Infantil, com banheiros e refeitório adaptados para esta faixa etária, dentro das exigências pedagógicas.
            Ampliação da escola  em 1998


DIRETORES DA ESCOLA

De 1996 à 1999, foi Diretora da escola a Profª Andréa Veiga
Em 2000, foi diretora a Professora  Janete Rosana Jantsch Hacke;


De 2001 à 2003, foi diretora a Professora Iraci Hacke Senra;
Em 2004 – foi diretor o professor Sérgio Schelbauer;
De 2005 à 2006 – foi diretora a professora Jucélia Aparecida Soares;

De 2007 à 2008 – foi diretora novamente a professora Andréia Veiga.
De 2009 à 2011, foi diretora a Professora Marines Karpen Kwitschal;
De fevereiro de 2012 à outubro 2012, foi diretora a Professora Mônica Marcilio;
De outubro de 2012 à dezembro 2012, foi diretora a Professora Denise Rodrigues;
Atualmente em 2013, diretor Professor Mauricio Antonio de Oliveira

A gestora que permaneceu maior tempo na gestão da Escola Pedro Henrique foi a Andréia Veiga, totalizando 6 anos de dedicação pela escola.
DENTISTA NA ESCOLA – 1998


PRIMEIRO AGASALHO – 2001

CRIAÇÃO DA BANDEIRA DA ESCOLA -2002

Projeto desenvolvido pela professora: Joseane Liebl
Com participação das famílias dos alunos
 das 4ª séries do ano de 2002.
Desenho desenvolvido pela aluna Joseane.


GINÁSIO DE ESPORTES - 2005

Em 29 de novembro de 2005, através da Lei Nº 1766, fica denominado “ARISTIDES BORGES”, o Ginásio de Esportes localizado na Escola Municipal de Ensino Básico Professor Henrique Berkembrock, localizado no Bairro Industrial Norte.  Inaugurado pelo Prefeito Abel Schroeder.
No ano de 2005 foi construída a Área Coberta com 420 m2, que tem por função oferecer espaço suficiente para a recreação dos alunos ao abrigo do sol e da chuva.
A escola conta também com um parquinho que é utilizado nas aulas da educação infantil.
Em 2005, a escola recebeu a sala informatizada, onde contava com 11 computadores.
BLOG - 2008
Em 2008 foi criado o blog da escola emebpedro.blogspot.com, onde a escola pode divulgar seus eventos e trabalhos realizados, hoje contamos com uma página para cada turma com conteúdos curriculares, para apoio aos professores nas aulas ministradas na sala informatizada e o histórico da escola.
1ª FORMATURA DO PRÉ-ESCOLAR - 2011

NOVA SALA INFORMATIZADA - 2012
Em 2012 foi instalado a nova sala informatizada, com 20 computadores para uso dos alunos e professores.

REVITALIZAÇÃO - 2012
Em abril de 2012 foi feita uma revitalização, pelo Prefeito Osni Schroeder.


QUANTIDADE DE ALUNOS E FUNCIONÁRIOS
EFETIVOS DA ESCOLA
Ano
Quantidade de alunos
Funcionários com mais tempo de serviço
1996
278 alunos
Professora – Silvane Denke Carvalho
Professor - Sérgio Ivan Piccolli
1997
339 alunos
Auxiliar - Marlei T A Manika
1998
365 alunos

1999
418 alunos
Professora- Isabel Cristina de Souza Professora - Franciane P Bastos
Professora-  Evandina Lourenço Beckert
Professora - Isabel Cristina de Souza
Professora - Lucimara Baier
Auxiliar- Marli do Carmo N da Rocha
2000
452 alunos
Professora - Gerli Cosete Bail Olsen
Professora - Valciria Ap Graff Chapiewsky
2001
580 alunos
Secretaria - Luzia Karpen Ricardo de Jesus
Orientadora - Joelma Carneiro de C Lima
Professora- Mônica Ap Galikovski
2002
644 alunos
Auxiliar - Maria Dileuza Viana da Rocha
2003
685 alunos

2004
481 alunos
Professora - Aparecida J P da S Brusky
2005
506 alunos

2006
493 alunos
Professora - Ivonete Terezinha Bona
Professora - Amália Kosmala
Professora - Andréa Granemann Miranda
2007
470 alunos
Monitora de Informática - Lisane Ritzmann
2008
455 alunos

2009
443 alunos

2010
406 alunos
Professora - Patrícia Batista Fragosos
2011
402 alunos

2012
376 alunos

2013
400 alunos




APP ATUAL







1º CONSELHO DELIBERATIVO – 2000






CONSELHO DELIBERTIVO ATUAL



MISSÃO E VISÃO

A Escola goza de uma excelente visão, cumprindo a função pela qual foi criada, terá o comprometimento e fará tudo o que for necessário para formar cidadãos consciente, responsáveis e capazes de enfrentar os obstáculos do mundo atual.

Missão: Com o objetivo de formar cidadãos conscientes e agentes de transformação social, faz-se necessário vincular a educação escolar, o trabalho e as práticas sociais, uma vez que o conhecimento não é ato isolado e sim resultado de um trabalho coletivo baseado no contexto histórico-social.

Faz-se necessário à referência histórica dos conteúdos, buscando uma visão mais crítica e contextualizada, considerando o aluno como sujeito de sua própria história, situando-o como cidadão consciente e agente de transformação social. Este trabalho deverá ter a participação de toda a comunidade Escolar: Professores, pais, alunos, funcionários da escola e o administrativo escolar, enfatizando a articulação entre o projeto pedagógico, planejamento e a prática pedagógica, concretizando sua função social enquanto escola pública.

PREMIAÇÕES

A Escola Pedro Henrique, nos seus 17 anos de História tem um grande destaque em avaliações externas (IDEB), sucesso nas Olimpíadas Brasileiras de Matemática, vitórias  no Esporte, arte e dança em nível Municipal, Regional, Estadual.

Gincana Ecológica – 2004 – 3º lugar
Feparte 2009- 5º lugar
Gincana Ecológica – 2010 – 1º Lugar
Handebol Masculino – 2010 – 3º lugar
Handebol feminino – 2010 – 3º lugar

ATUALMENTE - 2013
Atualmente  400 alunos ocupam o espaço da Escola distribuindo-se em dois turnos: matutino e vespertino, oferecendo Ensino desde a Educação Infantil (Nível III – 04 anos e Pré - 05 anos) e Ensino Fundamental (Séries Iniciais).
 A Escola possui um total de 17 professores e 10 funcionários nas diversas funções de gestão, administrativo e apoio.

Equipe

Quadro funcional:
Diretor: Mauricio de Oliveira
Orientadora: Joelma Carneiro de Campos Lima
Secretária: Luzia Karpen Ricardo de Jesus
Monitora de Informática: Lisane Ritzmann

02 Merendeiras: Marli do carmo Nunes da rocha e  Marilene de Assumpção
03 Auxiliares de serviços gerias: Maria Dileuza Viana da Rocaha, Oneida Becker Cordeiro, Maria Margarida Lowenberger
17 Professores

Atende um total de 375 alunos de nível III (4/5 anos)ao 5º Ano do Ensino Fundamental
Nível III - 3 turmas - Profª Aparecia J. P. da S. Brusky e Amália Kosmala
Pré -2 turmas - Profª Amália Kosmala e Mônica Ap Galikovski
1º ano - 3 turmas  - Profª  Ivonete T Bona, Mônica Ap Galikovski e Isabel Cristina de Souza
2º ano - 2 turmas - Profª Geni Ap Pires Laurek e Andréa Granemann Miranda
3º ano - 3 turmas  - Profª Ivonete T Bona, Osny Leonardo Voigt Casa e Evandina Lourenço
4º ano - 3 turmas - Profª Silvane Denke Carvalho e Osny Leonardo Voigt Casa
5º ano - 2 turmas - Profª Isabel Cristina de Souza e Geni Ap Pires Laurek
Profª Educação Fisica – Franciane Peschel Bastos, Eduardo Hulse e Gerli Cosete Bail Olsen
Profª Inglês - Patricia Fragoso e Gláucia Carolina da Silva
Profª Artes-Valcíria Aparecida Graff Chapiewski
Prof ª Inclusão - Valerie Celina C de Campos











QUEM FOI - PEDRO HENRIQUE BERKENBROCK
     

A Escola homenageia o saudoso  Profº Pedro Henrique Berkenbrock  que nasceu em 1º de outubro de 1938, na localidade de São Luiz, em Imaruí, Santa Catarina.

 

Filho de um humilde agricultor e caçula de uma família de nove irmãos, era irmão de Albertina que faleceu em 15 de abril de 1931, quando estava a procura de um boi de seu pai, foi agredida por um empregado que tinha a intenção de violentá-la, mas nada conseguindo acabou por degolá-la com um canivete. Por defender a sua honra, ganhou fama de mártir e santa e muitas são as pessoas que peregrinam até seu túmulo pedindo e alcançando graças. Foi beatificada em 19 de outubro de 2007 e poderá se tornar a primeira santa genuinamente brasileira.
Pedro Henrique ingressou no seminário aos 12 anos de idade, contrariando a vontade de seu pai. Mas embora houvesse resistência e muita tristeza pela sua partida, o garoto seguiu seu caminho, pois deseja muito estudar.
Começou a cursar o Seminário São José de Rio Negrinho, freqüentando mais tarde o Seminário Sagrado Coração de Jesus de Corupá, onde concluiu o curso ginasial. Em 1958 deixou o seminário para o sacerdócio, ingressando ao mesmo tempo no noviaciado de Jaraguá do Sul, onde ficou por um ano. Esta etapa de estudos o marcou profundamente, pois a religiosidade sempre foi uma constante em sua vida. Em 1961, regressou a Rio Negrinho, após ter sentido que sua vocação não era o sacerdócio e sim a educação.
Permaneceu na cidade como professor do Ginásio São José e da Escola Técnica de Comércio, até que resolveu, em 1964 continuar seus estudos. Decidido, viajou para Curitiba, onde passou a lecionar no tradicional Colégio Bom Jesus e continuando, ao mesmo tempo, seu curso superior. No entanto, Pedro Henrique havia deixado saudade e admiração dos rionegrinhenses. Naquele mesmo ano, foi procurado pelo PE. Luiz Gonzaga Steiner, pelo SR. Péricles Porto Virmond e pelo Sr. Álvaro Spitzner para que retornasse a cidade de Rio Negrinho.
Pedro Henrique atendeu ao apelo e retornou, assumindo a direção do então Ginásio São José, hoje transformado em colégio, do qual foi diretor e administrador até seus últimos dias.
Em 1964, quando retornou a Rio negrinho, iniciou namoro, tendo contraído matrimônio com Marília de Vasconcellos Kruger em 15 de dezembro de 1965, sendo que desta união resultou o nascimento de patrícia Berkenbrock, Luis Henrique Berkenbrock e Pedro Paulo Berkenbrock, hoje também de saudosa memória.
Suas atividades não se resumiram ao magistério.. Professor Pedrinho chegou a tentar um mandato político ao candidatar-se a prefeito pela extinta ARENA, não conseguindo se eleger. Foi também o primeiro líder das grandes gincanas de Rio Negrinho, defensor e praticante de um grande número de modalidades esportivas. Além disso, foi defensor intransigente das causas comunitárias, tendo participado ativamente da vida cultural de sua cidade. Foi um dos fundadores da Escola de Pais do Brasil,  em Rio Negrinho.
Seu grande mérito foi fazer do Colégio São José, estabelecimento exemplar, atraindo a atenção das personalidades ligadas à educação em Santa Catarina e também de ter conseguido verbas para construir o primeiro Ginásio de Esportes coberto de nossa cidade, que recebeu o nome de Ginásio de Esportes Osny Vasconcellos.
Seu espírito empreendedor foi responsável por grandes conquistas na área do ensino rionegrinhense. O professor Pedrinho, como era cham,ado, sempre soube contornar as situações difíceis e elevar o padrão do Colégio são José, fazendo o estabelecimento ganhar relevo no contexto educacional catarinense. Conseguiu ainda, atender a uma das maiores aspirações dos estudantes Rionegrinhenses, fazendo retornar o Curso Técnico de Contabilidade atraindo alunos das cidades vizinhas.
Em conversas com amigos, Professor Pedrinho revelou que seu patrono e mentor espiritual era São Pedro, o apóstolo. E Explicou: “ele era mais ou menos como eu. Era humano, tinha problemas, traiu Jesus, mas depois soube se arrepender e por isso foi nomeado Papa. Não foi o santo que nunca Errou. Sou humano, procuro fazer aquilo que posso fazer, mas sei que não sou perfeito”.
Professor Pedrinho faleceu dia 7 de março de 1981, aos 42 anos de idade, depois de uma partida de futebol com amigos, quando foi vitimado por um ataque cardíaco fulminante.
Grande homem, grande pai, grande amigo, grande educador. Professor Pedrinho é uma pessoa que por todo o carinho que teve com todos que o conheceram será sempre lembrado e impossível de ser esquecido.

“EU TAMBÉM SOU INTEGRANTE DA EQUIPE PEDROCA COM MUITO ORGULHO E COM MUITO AMOR!”



















Nenhum comentário:

Postar um comentário